Saiba como analisar o comportamento do usuário do seu site

31 de dezembro de 2020

Saber analisar o comportamento do usuário em sua página é fundamental para compreender quais ações de otimização estão gerando resultados, bem como o que você deve aprimorar em seu site para melhorar ainda mais a experiência.

Um usuário que esteja buscando, por exemplo, por painéis acústicos pode encontrar uma série de informações relevantes em seu site, mas é importante identificar se o formato da página é adequado para aquele cliente.

Ao observar como as pessoas estão reagindo ao entrar em seu site, é possível identificar elementos que estão funcionando e outros que não geram resultados adequados, precisando de reparos e alterações.

O primeiro passo para identificar o comportamento do usuário em seu site é compreender a jornada dele. Isso significa identificar os caminhos que ele passou em seu site, desde o instrumento de chegada até o momento em que o cliente decidiu seguir para outro local.

Com as ferramentas adequadas, você consegue ver a origem do tráfego de seu cliente.

Isso significa identificar se ele buscou ativamente seu site, encontrou uma propaganda interessante, e entrou, ou se foi através da busca de alguma palavra-chave, que ele foi direcionado para a página por uma ferramenta de pesquisa.

Um anúncio sobre sistema para construção pode acabar levando diversos interessados para sua página, onde eles encontrarão uma série de conteúdos sobre o tema para permanecerem engajados e consumindo o máximo de tempo possível.

Também é possível identificar cada ação tomada pelo usuário enquanto estava em seu site, por exemplo, se ele foi embora depois do primeiro link, se ficou e consumiu outros conteúdos e até se converteu alguma venda, caso sua página seja uma loja virtual.

Para conquistar um público maior, o site deve possuir uma série de fatores importantes, como:

  • Estética agradável;
  • Conteúdo relevante;
  • Responsividade;
  • Linguagem adequada.

Embora muitas páginas tenham apenas um ou alguns destes elementos, os resultados podem acabar caindo, principalmente, se todos os detalhes adequados não forem pensados na construção da página. 

Um bom exercício quando você está configurando sua página é se colocar no papel de usuário. Visite seu site como se estivesse conhecendo-o agora. Existe um momento para testar todas as funcionalidades e realizar reparos técnicos, mas aqui a situação é diferente.

Uma empresa de limpeza de fachada pode ter um site responsivo e relevante, mas você precisa identificar se realmente permaneceria no site se fosse um cliente comum.

Neste exercício você será apenas um usuário entrando em um site. Identifique o que o faria ficar e buscar mais conteúdo, caso estivesse conhecendo uma página de verdade, e o que o afasta do conteúdo e faz com que você feche o navegador.

Se você possuir um e-commerce, faça todo o processo de compra de um produto. Aqui, é crucial identificar as facilidades do cliente, principalmente no momento de checkout. Muitas vendas não são convertidas por conta da burocracia envolvida nesta última etapa.

Você passa então a buscar compreender o pensamento das pessoas que estão tentando acompanhar seu conteúdo.

Faça uma observação do comportamento

Existem diversas ferramentas que auxiliam você a identificar padrões de comportamento que podem gerar alterações no consumo de sua página. 

Para isso, é preciso identificar com garantia todos os elementos necessários para compreender o processo.

Taxa de rejeição

Esta métrica é muito comum para avaliar resultados no comportamento de seus clientes. Isso porque a taxa de rejeição, ou Bounce Rate, no original, lida com pessoas que consumiram apenas uma página de seu site e foram embora.

Quanto maior sua taxa de rejeição, maior é a quantidade de pessoas que lerão um conteúdo e sairão da página.

Uma publicação sobre detector de fumaça pode chamar a atenção e ter ótimos resultados, enquanto outra postagem não tenha o mesmo resultado.

Isso pode ser prejudicial, uma vez que indica que não há um interesse em se aprofundar em seu site e conhecer novos tipos de conteúdo que podem estar ali.

Mas também pode indicar que as pessoas estão entrando diretamente por links externos e, após estarem satisfeitas com o conteúdo, finalizam a sessão.

Uma boa forma de diminuir a taxa de rejeição é colocando em seus textos links internos e guias com publicações relacionadas, gerando no usuário o interesse de permanecer em seu site e consumir mais e de forma melhor o conteúdo que está sendo apresentado.

Interação com as páginas

Quando você cria um evento, que exige a interação direta do público, como um concurso cultural, sorteio ou enquete de engajamento, consegue identificar o quanto os usuários têm interesse em interagir diretamente com você.

Dependendo do tipo de evento, é possível identificar clientes que costumam passar mais tempo no site, e clientes que estão chegando agora, que podem receber um trabalho adequado de conversão e se tornarem fidelizados.

Por isso, é importante ter em mente que o trabalho de interação deve ser frequente e constante. Muitas páginas acabam se tornando impessoais e robóticas, o que afasta clientes em potencial.

Se você trabalha com bronze alumínio preço, seus clientes precisam de uma atenção especializada para destacar sua empresa no mercado.

Pontos de interesse

Essa métrica define o que está sendo mais ou menos acessado em sua página, gerando um conteúdo mais próximo da necessidade de seus clientes.

Saber o que eles estão buscando dentro de seu material é ótimo para definir publicações futuras e o quanto você pretende trabalhar seu público para um melhor engajamento.

O relatório conhecido como Mapa de Calor identifica quais elementos de seu site estão sendo mais utilizados pelos seus usuários.

Por exemplo, muitas pessoas podem estar procurando ativamente por um fabricante de fio paralelo em seu site. Então, é necessário observar onde existem mais cliques, o que funciona e o que pode ser melhorado. 

Funil de conversão

Um dos principais elementos no planejamento de seu site é identificar o objetivo dele. Você pode querer engajar especificamente uma página de seu site, direcionando seu conteúdo para chegar até esse ponto final.

O funil de conversão indica todo o processo de como os usuários chegam até seu site, e para onde estão sendo direcionados, bem como onde eles pararam antes de chegar na meta final.

Estratégias para melhorar a experiência do usuário

Com os dados e ferramentas disponíveis para compreender o comportamento do usuário ao acessar seu site, você pode usar uma série de melhorias para tornar a experiência muito mais adequada.

O primeiro passo para conquistar melhores resultados é conhecer sua persona, ou seja, o usuário ideal, uma concepção criada a partir de seu público-alvo. Por se tratar de uma ideia unitária, é muito mais fácil criar seu conteúdo planejando-o para o consumo de sua persona.

Assim, você terá uma ideia preestabelecida de uma série de contextos, como tipo de linguagem, layout, aplicações de imagens no texto, além de pensar no conteúdo estrutural e como ele pode ser aplicado para atingir o público correto.

Uma persona deve ter interesses e gostos, e pode precisar de algo específico, como a construção de um meio fio de concreto. Por isso, é preciso compreendê-la em sua plenitude.

A forma mais direta de compreender o comportamento de seus usuários é através desses próprios.

Por isso, faça constantes solicitações de feedback e ouça cada um dos recebidos, principalmente porque nos feedbacks você receberá de fato informações sobre o que melhorar e o que modificar para deixar a página melhor.

Mesmo que você tenha uma página pessoal, a partir do momento que deseja se engajar com um público, deve levar em conta que os grandes responsáveis pelo conteúdo de sua página e a qualidade do que você apresenta depende da aceitação de seu público.

Para conquistar resultados mais positivos, o ideal é estruturar suas análises para identificar se realmente as mudanças que você efetuar gerarão resultados expressivos.

Isso é possível através de testes A/B, identificando cada mudança e compreendendo o quanto isso impacta os resultados gerais do site.

Criar um teste A/B pode ser uma tarefa simples, basta criar duas páginas, uma com os elementos anteriores e outra com os novos, e solicitar às pessoas envolvidas no teste que optem por qual das duas é mais adequada.

Assim, você conseguirá identificar claramente qual estrutura está mais adequada para receber mais visitas e ter um impacto maior.

Um site está sempre em constante evolução, e com o tempo, você acabará apresentando a seus clientes o que eles gostariam, antes mesmo de eles saberem disto.

Um texto sobre cobertura de policarbonato pode ser muito útil para consumidores de seu conteúdo, por exemplo.

Ao analisar o formato como os clientes interagem, você consegue identificar comportamentos que permitem uma melhor avaliação de suas ferramentas e em como organizar e pensar em adequações necessárias para uma maior conversão de clientes.

É muito difícil acertar sempre, principalmente um acerto completo. Mas a evolução frequente e constante é uma garantia de conseguir estar sempre no topo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Copy link
Powered by Social Snap