Por que investir na segurança do seu site?

3 de maio de 2021

Diversos fatores podem interferir na hora de garantir a segurança do seu site e, com o mundo cada vez mais tecnológico, novas funções são adicionadas com bastante frequência, então, mais dados precisam ser protegidos. 

Infelizmente, existem muitas pessoas mal intencionadas no mundo moderno e, com a tecnologia nos promovendo formas mais rápidas e práticas de conseguir economizar tempo e dinheiro através dela, temos de tomar cuidado constante na internet.

Desde aplicativos até sites bem desenvolvidos, nossos dados estão a todo momento sendo enviados ao servidor, então, uma má gestão desses sites, pode colocar a segurança de um cliente ou até mesmo da empresa em jogo.

Seja o seu site focado em vender pintura de fachadas ou oferecer suporte para alguma funcionalidade dentro da empresa, vamos compreender melhor os motivos de se investir na segurança de forma prática e assertiva.

Qual a importância de investir em segurança? 

O maior motivo para investir na segurança de seu site é proteger os dados tanto do cliente quanto da empresa. Caso esteja em dúvida, pense no seguinte questionamento: Você colocaria os dados de seu cartão em um site que sofre ataques de hackers todo mês?

É muito provável que a sua resposta tenha sido não. É claro que qualquer empreendedor quer ver o valor de sua receita aumentar e investir o capital que sobrou em outros setores da empresa, como automatização de portões no ABC ou na influência do comércio.

Mas saiba que, sites com menor segurança de informações, são mais suscetíveis a ataques de hackers e outros malwares. Então, pense nos seguintes malefícios que podem acontecer contigo caso não aplique a segurança de forma correta e assertiva:

  • Fluxo de dados instáveis;
  • Frustração pela constância de possíveis ataques;
  • Perda de credibilidade;
  • Perda de capital e de possíveis vendas;
  • Entre outros possíveis malefícios.

Isso sem mencionar a quantidade de processos que uma empresa pode receber por vazar informações, mesmo que não seja diretamente sua culpa, de outros clientes, fazendo assim com que tenha de gastar mais dinheiro com processos de justiça, indenização e outros.

Portanto, seja na comercialização de portas acústicas ou de novas tecnologias para o mercado, vamos ver os tipos de ataques mais comuns e quais as consequência que podem trazer para o seu site, página ou blog.

01 – Malwares

O malware nada mais é do que um software malicioso e prejudicial que se instala em seu computador, podendo fornecer informações e dados pessoais, facilitar a entrada de hackers ao domínio e espalhar spam a partir de sua máquina.

É bastante comum de ser encontrado inclusive em computadores que não são empresariais, e muitos deles se instalam junto a outros programas. Muitas vezes você o instala e nem percebe, e depois se pergunta o que está acontecendo no seu PC.

Faça varreduras quinzenais em seu dispositivo para tentar evitar que esse tipo de software indesejado permaneça por muito tempo no seu computador.

02 – Ataques DDoS

Podendo acontecer mesmo em sites focados na venda de rede de proteção apartamento, os ataques DDoS são uma forma de inviabilizar o acesso de terceiros, ou seja, impedir que quaisquer visitantes consigam navegar na plataforma.

A sigla é derivada do inglês, Distributed Denial of Service, que significa a total negação do serviço distribuído. É feito através de um único computador ou servidor controlado pelo cibercriminoso, prejudicando diretamente as vendas e o tráfego pelo site.

03 – Blacklist

Sabe todo aquele seu investimento na construção do link building e de melhorar o seu site, deixando-o mais atrativo frente aos mecanismos de pesquisa? A blacklist ataca exatamente nessa fragilidade, retirando o seu site das buscas do Google e Bing, por exemplo.

Vamos supor que seu site seja especializado na venda de piso epoxi industrial, quando um possível cliente procurar pelo seu negócio nos mecanismos de pesquisa e clicar na página, o Google avisará que não é seguro, afastando o possível lead.

04 – Plugins desatualizados

O principal trabalho dos invasores é encontrar brechas nos sistemas, que nesse caso são os computadores, e através delas prejudicar a sua empresa e facilitar a entrada em suas defesas para se aproveitar de algo.

Não atualizar os seus plugins e softwares constantemente pode ser uma abertura para que os hackers realizem alguma invasão por meio do seu próprio computador. Outro tipo de invasão comum é a desfiguração, onde eles alteram todo o conteúdo que foi postado.

Ou seja, você publicou algum conteúdo enaltecendo o seu novo projeto de alarme de incendio, e os hackers trocam por um conteúdo malicioso, sujando assim a imagem de sua empresa que você tanto lutou para construir.

Como manter a segurança do seu site?

Para evitar que esses ataques aconteçam e proteger os dados de seu site, vamos ver algumas práticas e estratégias para defender o seu site. Algumas são mais simples e podem começar a ser feitas agora mesmo, outras são mais complexas.

Independentemente da dificuldade, ter uma equipe de bons profissionais para se especializar em cuidar da segurança do seu site pode ser a melhor alternativa para evitar o vazamento de informações e problemas no sistema.

Criar fortes senhas

Desde ancoragem predial até segurança de clínica veterinária, criar fortes senhas é a primeira forma e a mais simples de melhorar o sistema de segurança digital de seu site, mesmo que pareça algo bobo.

Evite colocar a mesma senha para todo sistema que é instalado ou acessado pela sua empresa, dificultando assim a decodificação e, consequentemente, levando mais tempo para que o invasor consiga ter êxito na invasão.

Complemente as senhas com números e letras maiúsculas e minúsculas, além de um número de caracteres maior que seis.

E é aí onde entra a segunda prática ligada a manutenção de senhas: crie o hábito de trocar as senhas. Além de dificultar a invasão na segurança, caso alguém que não deva conhecer a senha tenha acesso, ela não conseguirá fazer o login pois a sua equipe a alterou.

Invista na autenticação de duas etapas

O principal objetivo da autenticação de duas etapas é fazer uma validação do usuário tanto no site quanto no servidor no qual a segunda etapa está embutida, normalmente feitas pelo celular ou através de um número enviado ao e-mail do usuário.

Seja um site de retrofit de iluminação ou de vendas de camiseta, este tipo de segurança deixa tanto o usuário mais tranquilo quanto a empresa, principalmente se a segunda etapa tiver a confirmação enviada pelo celular.

Isso evita, inclusive, que outras pessoas comprem com o nome de seu cliente, sendo um adicional para o sistema antifraude. 

Faça backups regularmente

Infelizmente, é comum que muitas empresas comecem a investir na segurança do site apenas após sofrer algum ataque de hackers e ter todos os dados vazados. E caso isso aconteça, você agradecerá por ter feito um backup dos dados do negócio.

Essa é uma tática que é realizada inclusive por empresas especializadas em oferecer serviços de segurança digital para outras empresas, pois se acontecer de você ser hackeado, perder todo tipo de conteúdo importante para a empresa será um problema.

Utilizar de serviços de blindagem

Uma medida de segurança nunca irá substituir outras, sendo o ideal ter diversas para que uma complemente a falha da outra, criando assim um sistema mais consistente e forte, diminuindo muito a probabilidade de sofrer ataques de má fé.

Utilizar sistemas de blindagem pode ser a alternativa que está faltando em seu planejamento e busca em conseguir um bom sistema de segurança digital, pois ele está constantemente testando as brechas e fragilidades de seu sistema.

Em outras palavras, é possível fazer verificações automatizadas e manuais para confirmar a integridade e dificuldade em invadir os sistemas, além de oferecer um site com acesso a partir de login e senha para garantir que suas informações sejam criptografadas.

E qual a vantagem de criptografar os dados da sua empresa? Simples, além de transformar a linguagem utilizada para informar os dados em códigos de computador, ele embaralha as informações, trocando de ordem e deixando de fazer sentido para nós.

Dessa forma, dificulta para que hackers entendam o padrão e, mesmo utilizando computadores e outros dispositivos, não conseguirão com tanta facilidade, te dando, inclusive, tempo para descobrir a invasão e tomar as devidas providências.

Conclusão

Espero que tenha ficado um pouco mais claro as vantagens e principais motivos do porquê investir na segurança de sua página, site, blog. 

Procure também por outras empresas terceirizadas no mercado que podem te ajudar a aumentar a sua defesa contra esses ataques.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Copy link
Powered by Social Snap