Mídias Sociais x Redes Sociais: conceitos, diferenças e possibilidades

30 de março de 2021

Mídias sociais ou redes sociais? Muitas pessoas e empresas acreditam ser a mesma coisa ou têm dúvidas em relação às suas diferenças. Só que é importante saber diferenciá-las, principalmente, para fazer o melhor uso dentro do seu negócio.

Saber no que se baseia a igualdade e diferença entre esses dois temas vai te ajudar a definir quais são os melhores canais de marketing digital.

Nós sabemos que, dentro do marketing pela internet, tudo precisa ser feito de maneira direcionada, ou seja, cada ação é feita para um público-alvo, de acordo com as características e interesses dele.

Isso inclui os canais que a marca usa para se comunicar com seu público e divulgar suas soluções. Quanto mais a empresa conhece sua audiência e os canais da web que pode usar, mais assertivas serão suas estratégias de marketing digital.

É dessa forma que os esforços e investimentos trarão resultados, bem como que a organização vai impactar as pessoas certas, no lugar certo e na hora certa.  

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o conceito de redes sociais e mídias sociais, destacando suas diferenças e quais são suas vantagens. Então, se você tem dúvidas, confira!

Entendendo o conceito e as diferenças

Mídias sociais e redes sociais podem ser divididas em dois conceitos, e precisamos ter isso em mente, porque muitos acreditam se tratar da mesma coisa. Contudo, há outros que afirmam se tratar de canais diferentes.

A verdade é que tanto uma concepção quanto outra estão erradas e vamos explicar por quê.

Quando falamos em mídias sociais, estamos falando de uma definição ampla, que engloba todos os canais e ferramentas nos quais uma pessoa que procura, por exemplo, por instalação de cerca eletrica preço pode encontrar conteúdo.

São canais que trabalham na disseminação de informações e mensagens de maneira descentralizada. Antigamente, o termo “mídias sociais” não era muito conhecido, porque não permitia tanta interação quanto hoje.

Isso aconteceu quando essas plataformas passaram a ser vistas e usadas como ferramentas online para divulgar conteúdo de forma generalizada, por exemplo, os famosos blogs e, até mesmo, sites.

Com relação às redes sociais, estas promovem a interação entre determinado grupo de pessoas. Elas não precisam ser, necessariamente, pertencentes ao ambiente digital, ao contrário das mídias sociais.

Veja bem, nesta definição, não estamos falando de algumas plataformas da web, pois estas sim precisam estar inseridas na internet. Então, alguns exemplos clássicos das redes sociais online são:

  • Facebook;
  • Instagram;
  • Twitter;
  • LinkedIn.

Estas dependem totalmente do ambiente digital, por isso, se enquadram dentro de uma das categorias de mídias sociais, ajudando a promover o relacionamento entre pessoas e empresas, bem como o compartilhamento de conteúdo.

A diferença pode ser um pouco complicada de entender, tanto para um usuário comum, que utiliza as mídias como forma de informação, quanto para, por exemplo, uma ADM de condominios SP, que utiliza como meio de informar o público.

Para ficar mais fácil, pense que toda rede social está inserida dentro do termo maior de mídias sociais, ou seja, compartilhando conteúdos de forma generalizada, mas também permitindo uma interação por parte dos usuários.

Uma forma de conseguir identificar se o canal é uma mídia ou uma rede, é por meio da observação do foco da página. 

Por exemplo, no caso do YouTube, seu objetivo é disseminar conteúdos em formato de vídeo, mas ele permite a interação de seus usuários por meio de comentários nos conteúdos postados.

Pensando por esse lado, estamos falando de uma plataforma que é tanto mídia social quanto rede social, pois embora seu foco seja a distribuição de mídia, ela promove o relacionamento entre os usuários.

Já o Facebook, aliás, a principal e maior rede social do mundo, tem seu foco voltado totalmente para o relacionamento entre as pessoas, mesmo que permita que seus usuários, incluindo empresas de terraplanagem e pavimentação, publiquem conteúdos.

Outro exemplo é o Instagram, uma das plataformas que mais cresce no mundo todo. Ele se baseia nos princípios das redes sociais, concentrando-se na publicação de fotos e vídeos, ao mesmo tempo em que promove interações por meio de curtidas e comentários.

Ainda na rede citada anteriormente, uma fabricante de motor para porta automática, por exemplo, pode fazer postagens periodicamente para divulgar imagens de seus produtos e atrair outros usuários para que eles conheçam suas soluções.

Agora que você já entendeu o conceito entre mídias sociais e redes sociais, no próximo tópico, vamos mostrar as vantagens de cada uma delas. Acompanhe!

Vantagens das mídias sociais e das redes sociais

As mídias sociais englobam as redes sociais, portanto, ao falar de seus benefícios, falamos dos pontos positivos desses dois conceitos. 

Em linhas gerais, todo tipo de mídia social, incluindo as redes sociais, traz vantagens como:

Mais oportunidades

Os canais da web que permitem a interação entre pessoas e pessoas, bem como consumidores e marcas, impactam o público e oferecem razões para que eles escolham determinado produto ou serviço.

Por exemplo, cada vez que uma empresa de corte e poda de árvores publica um conteúdo, independentemente de seu tipo, ela está angariando oportunidades para chegar ao seu público-alvo e agradar sua audiência.

Mais notoriedade

Estamos falando de canais com alto poder de comunicação, ou seja, espaços onde os usuários são citados, assim como as marcas. Com isso, é possível buscar informações, notícias e outros conteúdos de valor.

Quanto mais materiais de valor a empresa publicar, mais relevância no ambiente online ela terá. E é com isso que ela gera novas oportunidades de vendas.

Mais conversões

As mídias sociais, principalmente as redes sociais, permitem que a marca mostre um lado mais humanizado. Isso é importante porque o consumidor moderno exige que as organizações se preocupem com várias questões.

Isso cria uma aproximação que leva a uma resposta diferente por parte do cliente, aumentando seu engajamento, lealdade e facilitando para que a empresa consiga fidelizá-lo.

Mais autoridade de marca

As mídias sociais, de um modo geral, conseguem refletir o sentimento dos consumidores em relação a determinada marca, produto ou serviço.

Então, se uma empresa de portaria para condomínios tem uma presença ativa na web, consegue mostrar uma preocupação maior com seus clientes, entregando conteúdos relevantes para eles. Com isso, constrói sua autoridade de mercado.

Melhora a experiência do cliente

As redes sociais são uma janela aberta para o diálogo, em outras palavras, as companhias que as utilizam mostram estar dispostas a ouvir os consumidores.

Essa atitude aproxima o público da organização, melhora a imagem da marca e faz com que ela esteja entre as preferidas pelos consumidores. Não se esqueça de que os clientes sentem a necessidade de serem ouvidos, então, esteja sempre lá para ajudar.

Fidelizar clientes

Fidelizar clientes significa ter uma lista de pessoas que confiam no seu negócio e nas soluções que ele oferece.

Por meio das mídias sociais, uma empresa de serviços de avaliação imobiliária, por exemplo, tem contato direto com seu público. Essa relação de proximidade é trabalhada durante toda a jornada de compra, inclusive no pós-venda.

Quando isso acontece, o cliente se sente acolhido pela companhia e percebe que pode contar com ela, mesmo depois de comprar sua solução.

Com isso, você fideliza aquele cliente e ele vai voltar sempre que precisar do que sua empresa tem a oferecer.

Obter dados úteis

As redes sociais são plataformas que reúnem a maior quantidade de dados de pessoas, mais do que qualquer outra mídia.

Por meio delas, uma empresa de serviços eletricos industriais, por exemplo, consegue obter informações valiosas em relação a padrões de comportamento, tendências e outros dados dos usuários.

Com isso, ela pode adaptar suas estratégias, incluindo campanhas e, até mesmo, produtos e serviços, para que estejam de acordo com o perfil de sua persona.

Reduzir custos com marketing

Essa vantagem está relacionada à anterior, visto que os dados obtidos permitem que a marca trabalhe com estratégias de marketing mais assertivas.

Além disso, boa parte dos canais de mídias sociais é gratuita, o que diminui consideravelmente os gastos com estratégias, levando a resultados melhores e lucros mais promissores.

Conclusão

Atualmente, estar na web passou a ser uma obrigação para qualquer tipo de empresa. Então, não importa qual seja o seu segmento, é necessário investir em ações dentro de seus principais canais.

Sabemos que o mundo digital, ao mesmo tempo que traz benefícios, é um local com alto nível de concorrência, principalmente quando pensamos que todas as marcas têm acesso às mesmas funcionalidades disponíveis.

Então, as mídias sociais são importantes porque permitem que as organizações divulguem seus conteúdos, enquanto as redes sociais são ótimas para gerar uma interação com o público interessado pela marca.

Agora, com certeza, ficou muito mais simples criar estratégias direcionadas e de alto valor dentro de suas mídias sociais e, claro, redes também.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Copy link
Powered by Social Snap